jan 212012
 

Para fazer Download da ferramenta: http://weather.ou.edu/~apw/projects/stress/#Download

wget -c http://weather.ou.edu/~apw/projects/stress/stress-1.0.4.tar.gz (verificar no link acima se existe versão mais recente)

Sempre deixar uma segunda instância de console aberta.. se precisar matar o processo antes de terminar..

alguns exemplos de testes:

 

1. Testando a CPU do servidor
  # stress --cpu 1k

Explicação: Este comando faz um fork de 1024 processos a serem processados pela CPU.

  # stress --cpu 12 --timeout 10s

Explicação: Este comando faz um fork de 12 processos a serem processados pela CPU e o tempo do teste deverá ser de 10 segundos.

2. Testando a Memória do servidor
  # stress --vm 2

Explicação: Faz um fork de 2 processos que alocarão memória do servidor

  # stress --vm 2 --vm-bytes 128M

Explicação: Faz um fork de 2 processos que alocarão 128M cada durante o processo de stress test.

  # stress --vm 2 --vm-bytes 128M --vm-hang --timeout 1h

Explicação: Durante o teste serão alocados 256Mb de memória do servidor que somente serão liberados ao término do processo (após uma hora, segundo o parâmetro “–timeout 1h”)

3. Testando o I/O do servidor
  # stress --io 4

Explicação: Durante o teste, 4 processos farão múltiplas chamadas da função sync() (chamada de sistema que faz um flush do que existe na memória para o disco).

  # stress  --io 4 --timeout 10s

Explicação: Faz exatamente o que o teste acima faz, porém, durante apenas 10 segundos.

4. Testando o Disco do servidor
  # stress --hdd 6

Explicação: Faz com que 6 processos utilizem a chamada de sistema write(), responsável pela escrita em disco no sistema operacional.

  # stress --hdd 10 --hdd-bytes 2g --timeout 50s

Explicação: Faz com que 10 processos utilizem a chamada de sistema write() para escrever arquivos de 2Gb de dados em disco, durante 50 segundos. O padrão para o parâmetro –hdd-bytes é de arquivos de 1Gb.

  # stress --hdd 3 --hdd-noclean

Explicação: Faz com que 3 processos criem arquivos de 1Gb (default do stress) no ambiente e não façam o unlink destes processos. Para maiores detalhes a respeito do unlink, por favor, utilize “man unlink” em ambientes Unix.

5. Especificando processadores

O utilitário stress permite o uso de vários tipos de teste em uma única linha de comando

# stress --cpu 2 --io 1 --vm 1 --vm-bytes 128M --timeout 10s --verbose
6. Referência

Em http://weather.ou.edu/~apw/projects/stress/ podem ser encontrados mais detalhes a respeito do stress e suas formas de uso.

jan 162012
 

he output to sudo rfkill list shows that your network card is “soft-blocked”.

This could happen when the wireless card has been signalled to switch-off via the kernel.

Try the following steps:

  1. run in a terminal:sudo rfkill unblock wifi; sudo rfkill unblock all
  2. rerun sudo rfkill list to confirm that the card has been unblocked.
  3. reboot
  4. rerun sudo rfkill list again to confirm unblocking as been retained.
  5. rerun sudo lshw -class network– you should now see that the kernel has recognised (or not) the wireless card.sudo
  6. ifconfig ethX up
jan 162012
 

How do I restart / start and stop networking service under Slackware Linux?

Under Slackware Linux you can use the /etc/rc.d/inet1 script to start, stop and restart networking service. It can start / restart / stop selected interface too. You must be logged in as the root user to restart networking.

Type the following command to restart Slackware networking:
# /etc/rc.d/rc.inet1 restart
You can take down (stop), start, or restart particular interface such as eth0 as follows:
# /etc/rc.d/rc.inet1 eth0_restart
# /etc/rc.d/rc.inet1 eth0_start
# /etc/rc.d/rc.inet1 eth_stop